O que é o Capital Social e qual a sua importância?

O que é o Capital Social e qual a sua importância?

O momento de abertura de uma empresa geralmente provoca inúmeras dúvidas no empreendedor. O capital social pode ser uma delas. Entender a sua importância ao iniciar um negócio é essencial, mas ainda é uma questão muito comum.

Capital Social remete a uma quantia que sustenta o início do fluxo de caixa. Ou seja, os gastos desde a matéria-prima até o pagamento dos funcionários e publicidade. Por isso, é importante planejar todas as despesas e ter a contabilidade adequada.

A melhor maneira de estipular esse valor de investimento é a partir da elaboração de um plano de negócios. Prevendo todos os custos de operacionalização e aqueles necessários para o início das atividades, até que o empreendimento comece a faturar. Geralmente, gastos com a aquisição de um local para funcionamento e com os pagamentos iniciais da equipe, por exemplo.

Quer saber mais sobre este conceito e sua importância no contexto empresarial? Então continue lendo o artigo!

  • Por que o capital social é importante?

Imagine que você quer comprar um carro. Além de pensar no custo do veículo, é preciso considerar os gastos futuros com manutenção, seguro, impostos e assim por diante, certo? O mesmo deve se aplicar às empresas, já que o capital social faz parte da gestão estratégica de qualquer organização. O ideal é que todo negócio obtenha, desde o início, um valor suficiente para manter-se e gerar lucros, que não vêm de imediato.

O capital social também é uma importante garantia para investidores, trabalhadores e para a sociedade empresarial como um todo. Assegurando a capacidade de um empreendimento de manter-se por algum tempo.

  • Benefícios do capital social

Como já foi dito, um capital social estabilizado é essencial para que a empresa consiga manter-se de portas abertas. A sua gestão estratégica pode garantir vários benefícios como:

Uma administração de recursos mais eficiente, que auxiliará na compra de qualquer material necessário, investimento com novas tecnologias e contratação de colaboradores;

Planejamento das ações a longo prazo: Tendo em vista os recursos é possível determinar os limites de responsabilidade e o domínio da empresa que cada sócio possui, se for o caso, evitando complicações em casos de alterações societárias.

  • Como definir

Mas, afinal, quanto deve ser investido no empreendimento para que ele comece com o necessário para crescer?

A dica é: pense na quantia tendo em vista os cálculos prévios dos custos operacionais, a estimativa de capital de giro necessário para segurar a empresa, as despesas com as folhas de pagamento e outras variáveis. Baseando sempre em estudos aprofundados sobre o setor de atuação da sua empresa.

Definir o capital social de uma empresa não é tarefa fácil. Por isso, mantenha-se sempre por dentro do assunto! Confira também os outros artigos do nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *